Capinópolis – Na última segunda-feira, dia 5 de novembro, a reunião da Câmara de Capinópolis, mais uma vez foi marcada por muito trabalho, discussão e votação de várias indicações e vale frisar que com números relevantes, afinal somente em 2018, a Câmara Municipal de Capinópolis já ultrapassou o número de 100 indicações apresentadas.

 

“Esse número sem dúvida nenhuma é um grande marco, que mostra o quanto nós do Legislativo estamos empenhados e trabalhando em prol de nossa população.  Fico muito feliz de poder presidir um Legislativo tão atuante que com certeza está deixando seu nome na história de Capinópolis, fazendo muito mais do que qualquer um outro já havia feito na história, deixando de ser coadjuvantes e passando a ser protagonista”, comentou o presidente Ivo Américo, popularmente conhecido como Ivo da Farmácia.

 

Foram votadas a indicação 99/2018, que solicita estudar a viabilidade de instalar toldos de proteção na parte debaixo do prédio do CEMEI “Valdir Barbosa Miranda”, mais precisamente para proteger a ala maternal daquela instituição. A indicação 100/2018, também foi apresentada e votada, a mesma solicita estudar a viabilidade de instalar um poste de luz na Rua Duque de Caxias, na altura do n° 65, no Bairro São Joaquim, uma vez que a ausência de luz, tem causado desconforto e insegurança aos moradores. A indicação 101/2018, solicita a instalação de uma academia ao ar livre no Bairro Ideal, na porta do Cemitério da Saudade. Por fim, mas não menos importante, a indicação 102/2018, que solicita a poda das arvores que estão prejudicando o fornecimento de energia elétrica na Rua Contorno com Av. da Saudade, e tem causado muitos transtornos aos moradores, também foi votada e aprovada.

 

Vários vereadores usaram a tribuna, uns para comentar os resultados das últimas eleições e outros para fazer reivindicações, com destaque para a fala do vereador Caetano Neto da Luz, que trouxe indignado, a situação vivida pelos moradores do Bairro Barbosa; “A situação do bairro é lamentável, não é admissível em um local abençoado por Deus em recursos hídricos, como é Capinópolis e nem estamos em período de seca, e os moradores do local terem suas casas abastecidas por caminhão pipa. Precisamos de uma postura mais enérgica do Executivo em cobrança junto a incorporadora que solucione o problema o mais breve possível. Mais respeito com nossa população é isso que eu peço, e vou continuar usando essa tribuna para cobrar até que o problema seja resolvido”, concluiu Caetano.

COMENTE NO FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here