GURINHATÃ – Aconteceu no último dia 2, reunião do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, onde na oportunidade foi apresentado o Diagnóstico de Vulnerabilidade Social da Criança e Adolescente, além da discussão e aprovação do Regimento Interno do CMDCA.

Segundo a presidente do Conselho, advogada Mônica Riza, o Diagnóstico cumpre uma determinação do Ministério Público e foi elaborado pelo CMDCA, juntamente com a assessoria em Gestão da Prefeitura, sendo iniciado em fevereiro.

De acordo com o assessor em Gestão, Gladiston Pires, os dados contidos no Diagnóstico fazem parte de um Levantamento feito em reuniões com diretores de todas as escolas municipais e estaduais em Gurinhatã e Flor de Minas, além de reuniões junto aos Departamentos de Assistência Social e de Saúde, bem como de relatórios e apontamentos por parte do Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e Adolescente.

Após sua apresentação junto ao CMDCA, o Diagnóstico será apresentado ao MP-MG, servindo para a formulação de um Plano de Ação, formatado em parceria com o CMDCA, Prefeitura Municipal, Departamento de Assistência Social e Entidades Não Governamentais. “O primeiro passo foi regularizar a situação do Conselho, e hoje temos as Leis que regem nosso trabalho, temos o Regimento Interno aprovado e o conhecimento daquilo que precisamos para desenvolver ações de proteção e fortalecimento de vínculos para crianças e adolescentes em Gurinhatã e Flor de Minas”, disse Mônica.

COMENTE NO FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here