Aprovado pelo Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) no último dia 23, em 2º turno, o Projeto de Resolução (PRE) 49/17, de autoria da Mesa da Casa. A proposição, que altera o Regimento Interno da ALMG, cria a Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher. A matéria foi aprovada com a emenda n° 1, da deputada Marília Campos (PT).

A Comissão das Mulheres foi criada em caráter extraordinário em 2015 e, desde então, tem discutido a situação das mulheres no Estado e a necessidade de maior participação feminina na política. A ideia é de que, com sua transformação em comissão permanente, a discussão seja aprofundada.

COMENTE NO FACEBOOK