Uma parceria entre a Defensoria Pública e demais parceiros, possibilita a concretização deste sonho para 40 casais.

O jornalismo da Gazeta esteve hoje com a Defensora Pública, Dra. Priscila Cristiani Voltarelli Bozola, para saber um pouco mais sobre o casamento comunitário que vai acontecer em Ituiutaba, no próximo mês de março.

De acordo com suas palavras, a Defensoria Pública de Minas Gerais, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – CEJUSC, vinculado ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG, o Serviço Social da UFU e a UEMG/PAPRE, realizarão juntos no dia 27 de março de 2020, a partir das 18 horas, o 1° Mutirão de Casamento Comunitário na comarca de Ituiutaba. Serão ao todo 40 casamentos, dentre os quais 20 já foram inscritos pelo CEJUSC e agora a Defensoria Pública vai indicar os outros 20 casais, portanto é preciso procurar mais informações urgentemente junto a Defensoria Pública, já que as vagas são limitadas e as inscrições vão do dia 13 ao dia 31 de janeiro de 2020. Mas segundo orientação da própria Dra. Priscila, é muito importante já procurar a defensoria agora, para saber quais documentos serão necessários e já ir providenciando tudo.

O evento será realizado na Biblioteca da UEMG – Unidade Ituiutaba e terá como objetivo maior, promover a formalização do vinculo matrimonial, no aspecto civil desses 40 casais, com isenção de todas as custas, ou seja, será totalmente gratuito, promovendo a socialização e resgatando a autoestima dessas pessoas.

Este primeiro casamento comunitário será restrito a casais que já vivem em união estável há pelo menos 1 ano, para isso serão necessárias 2 testemunhas, que irão atestar essa união entre o casal. Lembrando que não é necessário o Contrato de União Estável feito em cartório, basta comprovar através dessas testemunhas, que o casal já vive junto a mais de 1 ano. Lembrando também que este evento é destinado a pessoas carentes e que não tenham condições de arcar com as custas de um casamento nos tramites comuns.

Ainda segundo Dra. Priscila, na solenidade, os assistidos e seus familiares, poderão estar vestidos conforme acontece tradicionalmente nos casamentos e podem receber as bençãos de um padre, ou de um pastor, conforme a sua vontade, justamente para que tenhamos de fato a concretização de um sonho para essas famílias.

A sede da Defensoria Pública aqui em Ituiutaba, fica na Avenida Onze, nº 778, no Centro e o atendimento é das 13 às 16:30 horas. O telefone para contato é o (34) 3261-0480.

Vale a pena também frisar, que se você deseja ajudar, existe a possibilidade de fazer uma parceria e contribuir com vestidos de noivas, ternos masculinos, buquê de flores, arranjos e decoração, fotografia e filmagens e ainda muito mais, basta entrar em contato com a Defensoria Pública em Ituiutaba, que sua colaboração é bem vinda e você vai estar contribuindo com a realização de um grande sonho para essas pessoas.

Abaixo está disponível a lista de documentos necessários e algumas outras orientações, aos casais interessados em participar e formalizar o seu casamento neste dia.

COMENTE NO FACEBOOK