Segundo estudo, a ideia de que as mulheres brasileiras fiquem grávidas em taxas mais elevadas durante o carnaval é mito. Em contrapartida há um aumento de 30% na venda de preservativos durante os dias de folia, e um aumento de 15% na venda de testes de gravidez depois do carnaval.

De acordo com o ginecologista e obstetra, Alberto Guimarães, quem não está preparada para conceber um filho seja por questões financeiras ou psicológicas existem diversas opções de métodos contraceptivos não só para evitar uma gestação como prevenir doenças sexualmente transmissíveis.

Conheça alguns dos métodos e saiba se prevenir:

Pílulas Anticoncepcionais

Preservativo Masculino

Preservativo Feminino

Diafragma

Pílula do Dia Seguinte

Implante Subdérmico

Anel Vaginal

Adesivo Transdérmico

Anticoncepcionais Injetáveis Hormonais

Dispositivo Intra- Uterino- DIU.

 

Fonte: Alberto Guimarães

Formado pela Faculdade de Medicina de Teresópolis (RJ) e mestre pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), o médico atualmente encabeça a difusão do “Parto Sem Medo”, novo modelo de assistência à parturiente que realça o parto natural como um evento de máxima feminilidade, onde a mulher e o bebê devem ser os protagonistas.

COMENTE NO FACEBOOK