O Departamento de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde de Ituiutaba, divulgou o resultado do primeiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti, LIRAa, de 2019, com um aumento de 1,5% no índice de infestação, quando comparado ao último levantamento de 2018. Naquela oportunidade o índice registrado foi de 4% e agora o índice de infestação predial pelo mosquito chegou a 5,5%.

Neste primeiro LIRAa, os agentes visitaram entre os dias 7 a 11 de janeiro, um total de 2.519 imóveis distribuídos por mais de sessenta bairros. A conclusão, tanto do Centro de Controle de Zoonoses – CCZ, quanto do Departamento de Vigilância Ambiental, é que a situação em Ituiutaba é considerada de alto risco.

Ainda no decorrer desta semana, será realizada uma reunião com a participação de agentes dos dois órgãos da Secretaria Municipal de Saúde, para analisar os números da pesquisa e determinar quais ações serão necessárias, levando-se em consideração, o índice apontado por cada setor da cidade.

“Independentemente de resultados, sempre é válido reforçar que a população deve participar conosco no trabalho de prevenção. Um olhar mais atencioso no quintal de casa e terrenos baldios, identificando e eliminando possíveis criadouros do mosquito faz muita diferença. Havendo necessidade, pode nos procurar que estaremos prontos para colaborar e orientar sobre o que fazer diante de cada situação”, disse o Coordenador da Vigilância Ambiental, do CCZ, Paulo Sérgio.

COMENTE NO FACEBOOK