Santa Vitória –  O mercado imobiliário está sempre em transformação e quando acontece investimentos de grandes empresas nas cidades de pequeno e médio porte, como é o caso de Santa Vitória, esse mercado passa por uma transformação e um aquecimento do setor.

E para saber um pouco mais sobre isso, estivemos com o corretor de imóveis, construtor e correspondente bancário do Banco do Brasil, José Natal. Ele também é o proprietário da JN Negócios Imobiliários e em uma conversa bastante descontraída nos explicou mais sobre o assunto.

Gazeta – Como está o mercado imobiliário de Santa Vitória hoje?

José Natal – Levando em consideração que trabalhamos com compra, venda, financiamento e aluguel, posso dizer que em alguns setores o mercado ainda se mostra em alta, como é o caso do mercado de alugueis, aqui em Santa Vitória, afinal hoje, eu não tenho nenhuma casa disponível para alugar. Agora no que tange aos demais negócios, eu prefiro dizer que estamos em um momento de recuperação.

Gazeta – Então pode se dizer que este setor também sentiu a forte crise?

José Natal – Sim, como não é diferente dos demais seguimentos, esse setor também sofreu muito, tendo em vista que a dois ou três anos atrás, o mercado estava muito aquecido e hoje como já disse anteriormente, vivemos um período de recuperação, mas é bom frisar, que acredito que está na hora de deixarmos a crise para trás e colocarmos o Brasil de novo nos trilhos do desenvolvimento.

Finalizando o bate papo o empresário José Natal ainda ressaltou que se a Usina Andrade, que está desativada, voltasse de alguma maneira a funcionar em sua plenitude, isso seria mais uma injeção na economia do município e da região, refletindo na economia de toda Minas Gerais.

 

COMENTE NO FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here