O preço da carne bovina deve continuar em alta em 2020, diante da estimativa de aumento na produção do produto em 22,2% e maior demanda por parte do mercado externo. A previsão foi feita pela CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) e divulgada em evento nesta última 4ª feira.

Em 2020, a expectativa é que o faturamento da agropecuária seja de R$ 669,7 bilhões, uma alta de 9,8% na comparação com o ano anterior. Segundo a entidade, o setor da pecuária deve ser o grande responsável por esse crescimento, com destaque para a produção de carne bovina.

No ano que vem, a exportação de carne bovina deve crescer 14% em 2020, com mais de 2,7 milhões de toneladas embarcadas. No total, o VBP (Valor Bruto da Produção Agropecuária) do produto deve crescer 22,2%, a R$ 129,1 bilhões.

Embora o número faça frente ao aumento da demanda no mercado doméstico, as exportações devem manter os preços da carne em alta no Brasil.

EXPORTAÇÕES

A expectativa da CNA é que os embarques de carne bovina cresçam 14% no próximo ano, chegando a 2,7 milhões de toneladas exportadas. “A crise mundial causada pela peste suína africana continuará a impulsionar a demanda internacional “, diz a confederação.

CARNE SUÍNA E DE FRANGO

As carnes de porco e de frango também devem ficar mais caras no ano que vem. Segundo as projeções da CNA, a demanda de países árabes afetados pela peste suína deve impactar os preços da carne de frango no Brasil em 5%, e as exportações de carne suína devem crescer 20%.

Fonte: msn.com

COMENTE NO FACEBOOK