Em uma entrevista exclusiva ao jornalismo da Gazeta do Pontal de Minas, o já conceituado médico mastologista Dr. Hugo Bayeh, esclareceu algumas dúvidas da comunidade, com relação a enfermidades da mama e frisou que tanto homens como mulheres, podem ser acometidos pela enfermidade, embora nos homens a incidência seja tratada como rara.

Gazeta: Mulheres sem histórico de câncer na família, devem procurar o mastologista a partir de qual idade? E com qual frequência?

Dr. Hugo: A partir dos 40 anos, caso não se tenha nenhuma queixa, deve-se ir ao mastologista anualmente. E vale lembrar que é preconizado pela Sociedade Brasileira de Mastologia e pela Sociedade Brasileira de Radiologia, a realização de exame de mamografia anualmente. Agora, Independentemente da idade, se a paciente apresentar alguma alteração nas mamas, como dor, nódulo palpável, secreção mamilar, alteração na pele, volume das mamas, ou qualquer outra queixa nesse sentido, o médico mastologista, é o profissional adequado para avaliar e conduzir o tratamento se necessário.

 

Gazeta: Ardência nos seios, pode ser sintoma de algum problema?

Dr. Hugo: Pode. É raro, mais câncer de mama em algumas pequenas quantidades de casos, no início, pode sim trazer algum desconforto na mama e ardência pode ser um problema, mas as chances são baixas.

 

Gazeta: Além do câncer de mama, quais os outros problemas que podem ser diagnosticados pelo médico mastologista?

Dr. Hugo: São muitos. Nódulos de mama benigno, nódulos de mama que são precursores do câncer de mama, são aqueles que hoje ainda não são câncer, mas que com o tempo, aumenta muito o risco de a paciente desenvolver a doença. Tem também as anomalias no desenvolvimento das mamas, dermatites no mamilo e mamas acessórias, dentre outras. Como você pode ver são inúmeras as doenças que podemos fazer o diagnóstico.

 

Gazeta: Homens também devem procurar o mastologista? Existe alguma frequência recomendada?

Dr. Hugo: Não existe indicação do rastreamento do câncer de mama em homens, mas o mastologista frequentemente atende também pessoas do sexo masculino. Nos casos mais comuns, com queixa de aumento das mamas, ou nódulos nas mamas. E eu volto a frisar que o médico mastologista é sim o profissional adequado para avaliar essas queixas.

 

Gazeta: Homem pode também ter câncer de mama?

Dr. Hugo: Pode sim, é uma incidência muito menor do que nas mulheres, mas existem casos, porém com uma frequência muito mais baixa.

COMENTE NO FACEBOOK