Com a proximidade do início do verão, além do aumento da temperatura, ocorre também a possibilidade de chuvas intensas e/ou prolongadas, enchentes e enxurradas. Esse cenário, sem os cuidados adequados, pode ser propício à proliferação de doenças, como leptospirose, hepatites infecciosas, diarreias agudas, febre tifóide, dengue, chikungunya, zika, doenças dermatológicas e respiratórias infecciosas.

COMENTE NO FACEBOOK