Capinópolis – A equipe da Secretaria de Saúde de Capinópolis está trabalhando duro visando conseguir adesão à campanha nacional de vacinação contra poliomielite e sarampo no município.

Segundo a coordenadora de vigilância em saúde do município, Laise Suriane, o Ministério da Saúde determina para Capinópolis a meta de 795 crianças, porém, segundo levantamento das ACSs que têm catalogado, inclusive o nome de todas as crianças, o número real do município é bem menor, apenas 634 crianças nesta faixa etária.

“A meta é vacinar 95% das crianças, mesmo desprezando o número do Ministério da Saúde, estamos com apenas 65% de cobertura vacinal, o que é um risco, tendo em vista que há casos suspeitos de sarampo na região, como é o caso de Uberlândia, cidade que tem grande ligação com Capinópolis, portanto, se forem confirmados os casos de lá, o vírus pode chegar a Capinópolis a qualquer momento. O melhor é vacinar todas as crianças”, afirma Laise Suriane.

A partir desta semana, mesmo com toda a campanha na mídia local, as equipes dos PSFs vão fazer um trabalho de busca dessas crianças, inclusive levando a vacina até suas casas se for necessário.

“Nós estamos trabalhando, mas os pais precisam compreender o risco que são essas doenças. Felizmente ainda não há registro de poliomielite no Brasil, mas sabemos que há casos registrados no Paquistão, no Afeganistão e na Nigéria, e como hoje o trânsito de pessoas é muito intenso, o vírus pode sim atingir qualquer parte do mundo, inclusive o Brasil. Vacine seu filho e garanta a imunização contra essas doenças”, arremata o coordenador de PSFs, Celismar Vieira.

 

COMENTE NO FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here