Em evento que marcou a filiação de novos membros do Democratas em Catalão, o senador Ronaldo Caiado afirmou que acredita em 100% da união da oposição para a disputa das eleições deste ano. Segundo Caiado, essa unidade vai ampliar ainda mais a chapa de deputados estaduais e federais e de senador da República para formar um governo antenado com o sentimento do povo. O evento realizado nesta segunda-feira (9/4) oficializou a filiação do vereador e presidente da Câmara Municipal, Deusmar Barbosa; da secretária de Promoção Social do município, Adriete Elias; do secretário de Saúde, Fernando Netto; do secretário de Assuntos Comunitários, Leovil Júnior e do procurador Leonardo Rocha ao partido. Estiveram ainda em Catalão o senador Wilder Morais, recém-filiado ao Democratas, os deputados estaduais, José Nelto (Podemos) e Iso Moreira (Democratas), a esposa do senador, Gracinha Caiado, além do anfitrião, o prefeito Adib Elias (MDB).

“Sou um homem temente a Deus e peço a Deus todo os dias que vamos conseguir unir 100% das oposições do estado de Goiás. Nunca me impus como candidato. Eu sempre falei que um dia queria poder governar o estado de Goiás. Nunca neguei isso. A nossa pré-candidatura é baseada em critérios. Eu disse: definam os critérios e eu assino embaixo, nós precisamos é da unidade. É nisso que acredito. O povo de Goiás está clamando por mudança, está pedindo aos políticos: pelo amor de Deus tenham juízo, Goiás não quer viver mais isso. O povo quer políticos que sejam antenados com o sentimento da sociedade”, disse o senador.

Ronaldo Caiado falou ainda que a população de Goiás só vai acreditar no político que demonstrar transparência e que se aliar ao povo na hora de governar. “Só acredito num candidato quando tem paixão pelo que faz. Ele deve ter vontade de trabalhar, não é para fazer balcão de negócios, é para trazer o povo e mostrar a ele que vale a pena acreditar, para mostrar que política tem homens sérios, dignos. Ninguém pode acertar um governo sem estar aliado com o povo, o povo é que é a máquina propulsora de um governo. Acredito que Goiás sairá das páginas policiais, das negociatas e vai se transformar num governo  que o povo vai ter vontade de estar ao lado dele. Imagina Goiás virar uma referência nacional na segurança, educação!, atestou Caiado.

Já o recém-filiado ao Democratas, senador Wilder Morais reforçou sua vontade de continuar seu trabalho pelos 246 municípios goianos, motivo pelo qual deixou seu partido anterior para apoiar a pré-candidatura de Ronaldo Caiado. “Entrei na política para ajudar as cidades. Faço política por paixão. E consegui ajudar todas as cidades. O governo não pensava que Wilder deixaria a presidência de um partido, um partido que tinha dinheiro na conta, fundo partidário para apoiar Ronaldo Caiado. Deus quer seja assim, eu vim para turbinar essa campanha, para animar esse povo. Corrida para o senado é como corrida de São Silvestre. Tem que ter resistência. Dizem: você não tem voto, agora quero voltar para Brasília com voto. Cuida da gente, cuida dessa chapa e com certeza vocês vão ter o melhor governo de todos os tempos”, falou a plateia que acompanhou o evento.

O vereador Deusmar Barbosa (Democratas), que é pré-candidato a deputado estadual, destacou que mudou de partido pela sua lealdade ao prefeito Adib Elias e porque acredita na unidade das oposições para vencer as eleições. “Continuo na oposição. O Daniel (Vilela) precisa estar conosco e vamos ganhar eleição no primeiro turno. Vamos fazer tudo para ganhar a eleição. Aqui é deputado para trabalhar desde cedo até meia noite. Sou candidato para trazer tudo aquilo que Catalão tem direito. Vamos ganhar essa eleição!”, exaltou.

Iso Moreira, deputado estadual (Democratas), ressaltou as qualidades de Ronaldo Caiado para assumir o governo do estado e da vontade de mudança do povo goiano. “Saí do PSDB e vim porque eu sei da sua honra (Caiado), seu passado. O senhor é um homem honesto. O povo está cansado desse governo. Não vou apoiar esse candidato (José Eliton) do governo que não tem  futuro político, foi indicado sem ter nenhum voto, é um ingrato. Tive a coragem de romper barreiras, de quebrar amarras e estou levando o apoio da região Nordeste ao senador Ronaldo Caiado. O povo está cansado de maus políticos. Conte com o Nordeste goiano e vamos eleger Ronaldo Caiado governador de Goiás no primeiro turno”, pontuou.

O deputado estadual José Nelto (Podemos) também fez questão de falar do esforço do seu grupo político pela união das oposições.  “Nós vamos ganhar o governo porque tomamos uma posição e se alguém falar: o Adib, o Ernesto, o Paulo do Vale, o Renato de Castro, o Fausto Mariano, o deputado José Nelto rachou o MDB. Tem um ano que nós começamos essa conversa! Conversamos para chegarmos unidos a oposição, com a seriedade de quem tem responsabilidade com o estado de Goiás de quem não aguenta mais Marconi Perillo achar que Goiás faz parte da sua propriedade. É hora de dar um basta a tudo isso. Buscamos o diálogo, conversamos durante três meses para ter uma chapa unida da oposição. Chegou um tempo que não podíamos mais esperar. Por que perdemos no passado? Porque sempre o MDB  decidia de última hora. Assim não ganha eleição. Ganha com unidade, profissionalismo. O governo falava: o Caiado não consegue unir as pessoas. Como? Ele uniu 12 partidos”, destacou.

“Muita gente estranhou o meu posicionamento. Tem oito meses que o Ronaldo e eu, o José Nelto estamos querendo que as oposições se unam em Goiás porque não é fácil tirar governo que está lá há 20 anos. E nós não podemos brincar de fazer política”, corroborou o prefeito Adib Elias.

A esposa do senador Ronaldo Caiado, Gracinha Caiado, exaltou o amor que o marido tem por Goiás e para trabalhar pelo povo do estado. “Já estou há 29 anos casada com Ronaldo, são cinco mandatos de deputado e agora no Senado que vocês o conduziram e posso dizer que eu acredito na campanha e sei do amor que meu marido tem por Goiás. E se o povo de Goiás quiser e se for para o bem de Goiás chegaremos lá”, disse.

Curso de medicina 

Ronaldo Caiado se lembrou da importância de Catalão na sua eleição ao Senado ao ter 63% dos votos válidos na cidade. “Vejam a minha responsabilidade com essa terra e tive a oportunidade de retribuir. O ministro da Educação, Mendonça Filho, do meu partido, quando assumiu eu disse a ele: se você puder fazer algo por mim, o único pedido que tenho é, por favor, reconheça o curso de medicina de Catalão, uma luta de Adib Elias, de vários vereadores. É o sonho de Catalão, disse Adib. E não é um curso qualquer, é da Universidade Federal de Goiás. E agora está definido em lei, com precisão orçamentária”, comemorou.

 

 

 

COMENTE NO FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here