A Suapi – Superintendência de Administração Prisional concluiu no último dia 20, a transferência de todos os detentos da cadeia pública de Capinópolis, fechando o presídio local. Segundo as autoridades, por falta de condições para os presos cumprirem ali sua pena.

Quando foi cogitado o fechamento do presídio local, a Comarca se uniu tentando achar uma solução para que o fechamento não se concretizasse, realizando inclusive uma visita com toda a comitiva, ao secretário de segurança pública de Minas Gerais, sem, no entanto, obter sucesso.

“Nós estivemos lá, conversamos, buscamos uma alternativa para que o presídio não fechasse, mas infelizmente todos os nossos argumentos foram insuficientes para mantê-lo”, disse o vereador Edwardão.

Dos 44 presos que ainda restavam no presídio de Capinópolis, 19 já condenados foram transferidos para Santa Vitória; 12 que cumpriam prisão provisória, ou seja, ainda aguardavam julgamento, foram transferidos para Canápolis e 13 albergados também foram transferidos para Canápolis, sendo que pelo período de dez dias todos vão permanecer fechados em observação, ficando nesse período proibidas as visitas ou mesmo a entrega de materiais. Falta ainda serem realizados os cadastros dos familiares para, em sequência, serem permitidas as visitas.

Os 13 albergados – presos que têm autorização para exercer algumas atividades durante o dia, como trabalhar em hortaliças, jardinagem, artesanato ou cozinha – ainda não foram conduzidos à APAC, que é uma associação de ressocialização, o que se dará após esse período de dez dias.

O prédio do presídio de Capinópolis é de propriedade do município, no entanto, a Suapi ainda não oficializou a entrega das chaves.

COMENTE NO FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here