O Setor de Patrimônio Cultural do município de Capinópolis iniciou o inventário de Bens Culturais, na Zona Rural, na região denominada Brumado e diagnosticou vários bens de interesse de preservação. A equipe esteve falando com moradores da região e descobrindo novos bens culturais importantes para a história de Capinópolis. Em uma das visitas estiveram na antiga Fazenda Brumado, hoje Fazenda Boa Esperança. Esta fazenda tem uma sede que serviu de moradia para o sr. José Ribeiro Muniz no início do século XX, que a comprou já edificada.

Uma construção moderna com traços do colonialismo que já estava desaparecendo. O lugar é de uma beleza paisagística interessante, que foi registrada pela equipe. No mesmo dia, a equipe também esteve com a moradora Iolanda Leite Gomes, proprietária da Fazenda Ouro Branco. Dona Iolanda é nora do então Sr. José Ribeiro. Na fazenda Ouro Branco, encontra-se um baú, feito de bálsamo, construído no ano de 1924, feito à mão, pelo Sr. Doc Gomes Machado. Segundo Dona Iolanda, o Sr. José Ribeiro só pagou o serviço, depois que o construtor do baú encheu seu interior de água e esperou três dias pare ver se não vazava.

Como não vazou nem um pingo d’água, o pagamento foi efetuado como combinado. O baú serviu muitas décadas para a guarda de enxoval e hoje continua servindo a família em ótimo estado de conservação. A equipe registrou o baú como bem móvel e estará inserindo-o na lista de bens culturais inventariados. Também na região do Brumado foi encontrado um artefato indígena, dando indícios de uma passagem de grupos caçadores e coletores no período pré-colonial.

Vale lembrar que esse trabalho tem o apoio da Secretária Municipal de Educação e Cultura Iracilda Pereira Duarte e do prefeito Cleidimar Zanotto, que não medem esforços para o resgate da história do município.

 

COMENTE NO FACEBOOK